Atendimento 07:30h às 13:30h

(69) 3471-2551

imprensa@presidentemedici.ro.gov.br

Av. São João Batista, 1613 - Centro, Pres. Médici - RO

FORMATURA DO PROERD ACONTECEU NESTA TERÇA E QUARTA EM PRESIDENTE MÉDICI

Cerca de 300 crianças do 5º ano do ensino fundamental da rede municipal de Presidente Médici, participaram da solenidade de formatura do Programa Educacional de Resistência às drogas e a violência (PROERD). O Evento aconteceu nesta terça-feira (10) e quarta-feira (11), na quadra da Escola Municipal 15 de Novembro.

O Programa em Presidente Médici é coordenado pelos instrutores, Sgt. Juliana e pelo Sargento Vicentin, além dos colaboradores da Polícia Mirim. As secretarias municipais de Assistência Social e Educação são quem prestam apoio ao programa em Presidente Médici.

O Prefeito Edilson Alencar e o Secretário Municipal de Educação do município, José Olegário, fizeram questão de participar dos dois dias de formatura, que na terça formou as crianças do pré-escolar, e na quarta as do ensino fundamental I. O Prefeito Edilson Alencar em seu discurso agradeceu o brilhante trabalho que os policiais realizam com as crianças, e enfatizou sobre a importância da valorização da família.

Várias autoridades estiveram presentes na formatura. Três bicicletas foram doadas por patrocinadores e foram sorteadas para as crianças das Escolas Municipais Professor Luiz Capilla e 15 de Novembro.

O PROERD

Drogas e juventude são assuntos discutidos por pais, filhos e educadores. Partindo dessa polêmica, foi criado em 1992, no Rio de Janeiro, o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). O modelo, que teve origem nos Estados Unidos, em 1983, é desenvolvido em mais de 58 países. Estudantes do quinto ano do ensino fundamental das redes pública e particular são os alvos do programa, que tem como lema Manter Nossas Crianças Longe das Drogas.

O Proerd promove curso de quatro meses, ministrado por policiais militares voluntários, capacitados pedagogicamente, em parceria com pais, professores, estudantes e comunidades. Com ênfase na prevenção ao uso de drogas, as aulas mostram ao estudante como se manter longe de más companhias, a evitar a violência, a resistir às pressões diretas ou indiretas e a sempre acionar os pais ou responsáveis quando necessário.