Ala de maternidade do HM já está pronta

Uma parceria da prefeitura com o Ministério da Defesa, e com o programa Calha Norte do Governo Federal, bancou, financeiramente, a construção da ala de maternidade no hospital municipal de Presidente Médici.

A obra custou, no total, R$253.377,59 (duzentos e cinqüenta e três mil trezentos e setenta e sete e cinqüenta e nove centavos). Ala servirá para internar crianças recém-nascidas e também para proceder com os cuidados destinados às mães.

A ala, que recebeu o nome de Eufrásia Maria da Conceição, está prevista para ser inaugurada no mês de outubro, que é quando os equipamentos comprados serão entregues.

Partos

Enquanto a ala de maternidade não é inaugurada, os partos continuam sendo realizados em Ji-paraná, pois há uma parceria com o hospital de lá, firmada entre as secretarias de saúde dos dois municípios. Os partos só são realizados no HM em casos de emergência.

DSC_6235DSC_6228DSC_6224DSC_6229 DSC_6230DSC_6231 DSC_6232DSC_6234 

ENCONTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO PROGRAMA NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA DO ANO DE 2014 PNAIC

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura  – SEMEC, através da equipe do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa realizou, no auditório da Biblioteca Municipal, o 1º encontro de formação do ano de 2014 com a participação de  todos  os professores de 1º ao 3º ano do ensino fundamental da rede municipal.

O encontro teve por finalidade dar continuidade às ações do PNAIC no ano de 2014, com o intuito de inserir a Alfabetização Matemática articulada com Linguagem nas salas de alfabetização. Os trabalhos são direcionados pela coordenadora do PNAIC da rede municipal Sirlene Fernandes Cangussu Arruda e pela  orientadora de estudo Mércia Cristina Santos Morong.  O encontro contou com presença do Secretário Municipal de Educação, Carlos José Cardoso, e com a participação da Supervisora Elaine Maria Bitencourt Correia.

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade certa é um programa do governo federal, que objetiva que todas as crianças sejam alfabetizadas até os 8 anos de idade. Para tanto, há um investimento em formação do professor, distribuição de materiais e atividades relacionadas ao SISPACTO  prevista até o ano de 2015.

DSC09482DSC09497DSC09495

Assim que voltar das férias, crianças já irão estudar na nova creche; Inauguração será dia 25-07.

DSC_6240

 

 

Prefeita entrega fardamento para os alunos da Guarda Mirim

A prefeita Lurdinha e a secretaria de assistência social e bem estar do município, Cristiane Silveira, entregaram, na tarde desta quinta-feira (10), o fardamento para vestir a rigor os alunos da guarda mirim. A entregue foi realizada no ginásio de esportes raimundão pela PM Juliana, que e a instrutora dos alunos. O fardamento e composto por tênis, camisetas, camisas e bonés. A guarda mirim funciona no município desde 2007. No mês passado 60 alunos se formaram. No próximo mês, assim que as férias escolares terminarem, outros 40 alunos estarão ingressando na GM do município.

-Para nos da administração e sempre uma alegria ter algo de bom para oferecer a estes alunos, pois aqui estão porque almejam pra si um futuro diferente do futuro que muito alcançaram, que e longe das drogas, da violência, mas cheio de conquistas e alegrias – disse a prefeita.

Como bem disse a prefeita, a guarda mirim e composta por alunos que almejam algo diferente para o futuro. E o caso do aluno Lucas Ribeiro, de 16 anos, que esta na guarda mirim desde os 14, e já definiu que profissional quer ser.

-Desde já eu estudo, me preparo, conto com o apoio da minha família, pois quero ser policial militar- Disse Lucas.

A aluna Mileny Gabrielly, de 14 anos, e que também, há dois, estuda na GM, diz querer ser juíza federal, e que pra isso não medira esforços, fará o que for preciso.

-lendo e aprendendo sobre o que e ser juíza federal, interessou-me a profissão, falei com meus pais e eles disseram que irão me apoiar na busca por esse sonho. Sei que e difícil, mas eu vou lutar ate conseguir porque perseverança e o que estou aprendendo aqui na guarda mirim- Disse Gabriely.

DSC_6206

DSC_6214

DSC_6193

Dividas com o fisco municipal serão executadas na justiça; ainda há prazo para renegociação e parcelamento

Os responsáveis pelo setor de arrecadação da Prefeitura Municipal comunicam a todos que estão inadimplentes com o fisco municipal, desde 2013, que as dividas serão executadas na justiça, ainda neste ano.

Os que desejarem parcelar ou renegociar as dividas, para evitar complicações na justiça e ajudar no desenvolvimento do município, devem procurar o setor de arrecadação que funciona de segunda a sexta-feira, das 7:30hs às 13:30hs, na Prefeitura Municipal.

Presidente Médici terá dois semáforos no centro

Será implantado ainda esse ano, em Presidente Médici, dois semáforos. Um será instalado no cruzamento da Rua Nova Brasília com Av. São João Batista (Enfrente ao Banco do Brasil, próximo a Associação comercial), e o outro será instalado no cruzamento da Av. São João Batista com a Rua Castelo Branco (Próximo a Prefeitura, enfrente a Praça Municipal)

O recurso de R$381 mil reais para a implantação foi conseguido pela prefeitura junto ao DETRAN, com intervenção parlamentar.

semaforo

 

Imagem ilustrativa.

Por terem melhorado de condição financeira, no primeiro semestre, algumas famílias pediram baixa do “Bolsa Família”

No primeiro semestre de 2014 sete pessoas compareceram à SEMBEAS (Secretaria Municipal de Bem estar e Assistência Social) para pedir baixa do programa do governo federal, “Bolsa Família”, alegando que as condições financeiras melhoraram e que não precisariam mais receber o beneficio.

Dentre as principais alegações estão as de que os agora, ex-beneficiários, receberam herança ou conseguiram um emprego.

O cadastro único de pessoas para programas sociais do município de Presidente Médici possui hoje três mil pessoas inscritas, desse total, 2.200 são do “Bolsa Família”.

Visitas às famílias com suspeitas de irregularidades

Sempre que uma denuncia de que algum beneficiário está recebendo o beneficio de forma irregular, uma equipe da SEMBEAS se dirige até àquela residência e investiga o caso, tendo sido constatada a irregularidade, a equipe faz um relatório e o apresenta na reunião do conselho e decide pela suspensão do beneficiário. Se tiver havido má fé, o recurso recebido por quem estava irregular deverá ser devolvido aos cofres federais. Neste primeiro semestre a SEMBEAS recebeu várias denuncias de irregularidades e, nas visitações, 15 dentre elas, foram constatadas. Nessa semana ainda, o conselho se reunirá para decidir sobre a suspensão e possíveis penalidades.

Rua JK teve parte de sua extensão recuperada pela SEMOSP

A Secretaria de Obras de Presidente Médici, realizou, na Rua JK, próximo ao cruzamento com Avenida São João Batista a recuperação de cerca de 100 m que estava em condições que dificultavam a trafegabilidade dos pedestres, motociclistas e motoristas que passavam pelo local. Essa parte da via estava com muitos buracos. A SEMOSP patrolou e aterrou o local.

DSC_6157

DSC_6158

DSC_6159

Cerca de 10% dos pacientes atendidos diariamente no HM de Médici ainda não possuem o Cartão do SUS

Os pacientes que são atendidos no Hospital Municipal de Presidente Médici, na vidraça da recepção, se deparam com um cartaz informando que é obrigatório que os atendidos estejam portando o cartão do SUS (Sistema Único de Saúde) para que o procedimento seja realizado com sucesso. Contudo, dos cerca de 150 pacientes que são atendidos diariamente no HM 10% ainda não possuem o cartão. E isto gera dificuldades no atendimento, pois o Ministério da Saúde determina que em casos assim, o atendimento não deve ser feito.

 

O Cartão SUS, ou Sistema Cartão Nacional de Saúde, é um cartão magnético criado pelo governo para controlar e facilitar todos os procedimentos médicos vinculados ao SUS (Sistema Único de Saúde).

O cartão armazena todos os dados do paciente e informações confiáveis sobre suas consultas, como local de atendimento, data e horário, quais serviços do SUS foram disponibilizados e todos os procedimentos realizados.

 

“Aqui em Médici nós realizamos os atendimentos, mas o fazemos em desobediência e sabendo que isso acarreta em prejuízos ao município, pois o valor gasto na consulta, na entrega de medicamentos e em outros procedimentos feitos aos pacientes, não é ressarcido pelo ministério da saúde, assim sendo o valor gasto está sendo reposto pela prefeitura’’ Disse Lourival de Freitas, diretor do HM.

Onde faço meu cartão do SUS?

O Cartão do SUS pode ser adquirido gratuitamente por qualquer cidadão brasileiro. Para fazer o seu, basta se dirigir até ao centro de saúde Apolônia Rossi Javarini (próximo ao Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais), portando os seguintes documentos pessoais: RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e número de PIS/PASEP (se tiver).

O cartão SUS é feito pelo funcionário da unidade de saúde em poucos minutos através do Cadweb.

Depois de feito o cadastro, o cidadão recebe seu cartão que terá impresso o número nacional de identificação único, podendo assim ser atendido em qualquer unidade e serviço do SUS em todo o país.

Esclarecimento sobre horário de visitação no HM

A direção do Hospital Municipal de Presidente Médici, na pessoa do diretor Lourival Freitas, esclarece a população, que o horário determinado para a visitação aos pacientes que estão internados e/ou em observação é das 13 às 14hs da tarde.

Por que um horário específico?

Ter um horário específico para visitação em hospitais da rede pública é uma determinação do ministério da saúde, que tem como finalidade evitar a circulação desordenada de pessoas que não sejam pacientes ou funcionários, devido aos riscos de infecção que estes podem vir a correr, ou mesmo trazer, de forma involuntária bactérias e vírus que podem agravar a saúde de quem está doente no hospital, e que na maioria das vezes está com a imunidade baixa.

Casos especiais

Nós permitimos a entrada de pessoas para visitar um parente, no caso de o paciente estar em estado gravíssimo de saúde, pois é uma questão de humanidade. Do contrário, a entrada só é permitida no horário pré-determinado.